DESCOBRIR
Rota do Pão e do vinho
 

Vindima É no fruto das parreiras que reside uma das maiores riquezas do concelho. Na época da vindima, os campos enchem-se de gentes que fazem da apanha da uva uma arte. Finda a jornada de trabalho, é tradição ir beber o "vinho do trabalho" nas tascas da região.

As adegas tradicionais onde antigamente os pequenos produtores faziam o vinho, guardado em enormes talhas de barro, são hoje locais de repasto e petiscos regionais. Num ambiente típico podem degustar-se o vinho da casa, acompanhado de presuntos, enchidos, azeitonas e outras iguarias tradicionais do alentejo.

Convite para um passeio ao longo do concelho, por entre as vinhas que mancham a planície de verde. Apreciar os odores da fruta madura e da terra fértil, para abrir o apetite para uma experiência gastronómica acompanhada por um convívio salutar, onde o canto do alentejo e a boa disposição não vão faltar. As vendas e as tabernas típicas são os locais eleitos para "matar o bicho", "tirar uma bucha" provar o bom vinho da terra e cantar uma moda ou duas. Porque sem vinho ninguém canta.

Terras de Pão, Gentes de Paz

As padarias tradicionais mantém os processos de amassadura manual, assim como a cozedura em forno de lenha, numa tradição que deu renome à Vidigueira. Além do pão, estas pequenas padarias produzem também biscoitos e bolos regionais como as pupias, bolos de mel, bolos folhados.

Social Vidigueira Cidade do Vinho 2013 Associação de Municípios Portugueses do Vinho Re-planta Gabinete de Apoio à Juventude Urbanismo
Banco Local de Voluntariado Contratação Pública Balcão do Empreendedor
Início| Município| Descobrir| Apoio ao Munícipe| Viver| Cultura| Desenvolvimento| Galeria| Contactos
  Beja Digital Programa Operacional Sociedade do Conhecimento FEDER Símbolo de Acessibilidade à Web